Translate

terça-feira, maio 01, 2012

Vamos julgar os MENSALEIROS - Sergio Gomes da Silva " O SOMBRA " .



MENSALÃO DO LULA  "cara de pau " e os companheiros PTralhas  ,O MAIOR ESCANDALO DO BRASIL !
        E ninguém  foi PRESO !



O homem que dirigia a Pajero da qual Celso Daniel foi arrancado terminou a semana jogado no limbo das testemunhas colocadas sob suspeita. Na quarta-feira, passou por um interrogatório de quase sete horas. Boa parte das perguntas que lhe foram feitas dizia respeito a seus negócios e à amizade com o prefeito. Os detalhes do crime só entraram em pauta ao fim de três horas de indagações. Na mesma noite, Silva foi levado para fazer uma demorada reconstituição do seqüestro. Além de aparar as arestas de seu testemunho, as inquirições queriam esclarecer a atuação do empresário nos bastidores da prefeitura da cidade. O que os delegados e promotores procuravam saber era se o empresário praticava tráfico de influência na prefeitura de Santo André. Documentos obtidos por ÉPOCA e relatos de 15 pessoas – entre políticos de oposição, petistas e empresários de Santo André – mostram que a resposta é afirmativa.
Conhecido como Sérgio Sombra por ter amizade antiga e viver às bordas das administrações de Celso Daniel, Sérgio Gomes da Silva tem sociedade em quatro empresas de transporte urbano com Ronan Maria Pinto, um empresário com contratos milionários com a prefeitura de Santo André e que coleciona denúncias de irregularidades. Ao todo, as empresas de Ronan têm contratos milionários com a prefeitura petista. Um deles, de R$ 6,3 milhões, feito em nome da empresa Rotedalli Serviços e Limpeza Urbana, foi julgado irregular pelo Tribunal de Contas do Estado, que enviou o parecer na semana passada ao Ministério Público de Santo André. “Estamos investigando denúncias de tráfico de influência e enriquecimento ilícito”, diz a procuradora da Cidadania, Camila Mansur Magalhães da Silveira.




Envolvimento














O empresário Sérgio Sombra era amigo e braço direito de Celso Daniel. Segundo testemunhas, coordenava a coleta de propina entre empresários que tinham negócios com a prefeitura. De acordo com os irmãos de Celso Daniel, o prefeito havia determinado que o dinheiro fosse para o caixa dois do PT, mas soube que Sombra estava desviando parte dos recursos, o que teria motivado desentendimentos - e o assassinato. Sombra estava com Celso Daniel no momento do sequestro.
O que aconteceu
Dois anos após a morte de Celso Daniel, Sombra foi acusado pelo Ministério Público de mandar matar o antigo amigo e passou de testemunha a réu. Foi preso - por sete meses -, mas desde 2004 responde em liberdade ao processo, por determinação do STJ.


            E m depoimento o irmão de Celso Daniel  afirmou que tinha conhecimento do desvio de dinheiro que as prefeituras ligadas aos PTralhas faziam para o CAIXA 2 do Partido dos Trabalhadores ( QUADRILHA ) , quando  Celso Daniel descobriu que o desvio de dinheiro publico destinava-se para o enriquecimento de alguns membros do PARTIDO ( QUADRILHA )  , suspendeu sua CONTRIBUIÇÃO .
     E FOI ASSASSINADO ! 

                                                         SE LIGA BRASIL



       POLITICO BOM É POLITICO PRESO