Translate

segunda-feira, outubro 05, 2015

OS PTRALHAS CONTRA O TCU - A ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA SE MANIFESTA


  Durante esses anos que publicamos e denunciamos no BLOG, esse governo que temos no Brasil ,sempre alertado a população brasileira sobre os crimes que eles praticam contra os trabalhadores na maior cara de pau .



 Nesse domingo (4) aplicaram mais um golpe contra a DEMOCRACIA , se reuniram os ministros PTRALHAS  José Eduardo Cardozo ( JUSTIÇA) , Luiz Inácio Adams (Advogacia Geral da União) e Nelson Barbosa ( Planejamento),para pedir o afastamento do ministro do Tribunal de Contas Augusto Nardes .



  Os ministros PTRALHAS acusam Augusto Nardes , de divulgar para a imprensa a rejeição das contas da "presidenta " Dilma mamãe METRALHA , de 2014 ,mamãe METRALHA é acusada de esconder um desvio de R$ 40 BILHÕES,das contas públicas ,ás PEDALADAS FISCAIS . 
 O ROUBO É MAIOR CHEGA A R$ 104 BILHÕES ,MAS O TCU INVESTIGA APENAS O DINHEIRO QUE O GOVERNO PTRALHA PEGOU E NÃO PAGOU AOS BANCOS PÚBLICOS . 



   O ministro do TCU Augusto Nardes ,é o relator do processo da "REJEIÇÃO DE CONTAS " da "presidenta"mamãe METRALHA . Augusto Nardes ,divulgou uma nota afirmando que disponibilizou seu relatório para os demais ministros do TCU ,como manda o regimento interno.   

Nota à imprensa do ministro Augusto Nardes
O ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União (TCU), repudia as declarações do Advogado-Geral da União divulgadas pela imprensa acerca de sua atuação na relatoria do processo de apreciação das Contas de Governo do exercício de 2014.

Esclarece, em relação à sessão prevista para 7 de outubro, que não antecipou sua opinião final acerca da apreciação dessas contas. Apenas disponibilizou, na quinta-feira passada, minuta de relatório e do parecer prévio aos demais ministros, uma vez que o Regimento Interno do TCU exige que a distribuição dessas peças aos seus pares se faça em até cinco dias antes da data dasessão.

Eventuais declarações coletadas junto à imprensa estão relacionadas a acórdãos públicos já prolatados pelo TCU, a exemplo do Acórdão 825/2015 - TCU-Plenário, que tratou de adiantamentos realizados pelos bancos oficiais para cobertura de despesas da União com programas sociais, e do Acórdão 1.464/2015 - TCU-Plenário, sobre a análise preliminar das contas de governo, no qual o tribunal comunicou ao Congresso Nacional que as referidas contas não estavam em condições de serem apreciadas naquele momento, em virtude dos indícios de irregularidades constatados que demandavam a apresentação de contrarrazões por parte da Presidente da República.
Fonte O GLOBO

       No seu parecer o ministro relator Augusto Nardes ,pede que ás contas de 2014 da mamãe METRALHA ,sejam rejeitada.
  Temos denunciado que todas ás nossas instituições foram APARELHADAS por essa ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA dos PTRALHAS ,e o TCU não escapa.
  Os 9 ministros do TCU  ;


 1 - O baiano Aroldo Cedraz é o atual presidente do TCU. Quando foi eleito, em 2006, pelo plenário da Câmara para o cargo de ministro, era deputado do PFL (hoje DEM), ligado ao senador Antônio Carlos Magalhães, falecido em 2007. Teve seu nome envolvido na Operação Lava Jato por dois delatores que afirmaram ter entregado dinheiro ao seu filho, o advogado Tiago Cedraz.
Segundo Ricardo Pessoa, dono da construtora UTC, Tiago receberia pagamentos de R$ 50 mil mensais para repassar à empreiteira informações do tribunal que envolvessem seus interesses. Além disso, Pessoa disse que pagou R$ 1 milhão para Cedraz com objetivo de que a quantia chegasse ao ministro Raimundo Carreiro, relator de um processo que analisava a licitação da construção da usina nuclear Angra 3.
A decisão do TCU acabou sendo favorável à UTC.
Antes, o policial federal Jayme de Oliveira já havia contado, também em delação premiada, que levou dinheiro do doleiro Alberto Youssef duas vezes ao escritório de Tiago. O advogado nega as acusações. .

2Deputado pelo PP do Rio Grande do Sul, Augusto Nardes foi eleito pela Câmara para o TCU em 2005. Na ocasião, o Ministério Público Federal tentou impedir sua nomeação, sob argumento de que o ministro não tinha "conduta ilibada", conforme exige a Constituição.
A justificativa era uma denúncia contra ele apresentada ao STF em 2013 por supostas irregularidades nas contas de sua campanha para deputado. O processo acabou sendo suspenso.
Nardes é o relator do processo que analisa as contas de 2014 do governo Dilma Rousseff. Ele tem sido o ministro mais crítico à presidente e defende abertamente que o TCU recomende a rejeição das suas contas.


3. Deputada pelo PSB de Pernambuco,Ana Arraes foi eleita pela Câmara em 2011 após intensa campanha feita por seu filho, Eduardo Campos.
Sua nomeação acabou gerando críticas de nepotismo a Campos durante a campanha presidencial de 2014.
Ele morreu em um acidente de avião em agosto passado, no meio da corrida eleitoral.


4 -  Escolhido para o TCU em 2007,Raimundo Carreiro é maranhense, bastante próximo do ex-presidente José Sarney. Ele foi secretário geral do Senado quando Sarney presidia a casa. Apesar disso, não se costuma declarar impedido quando analisa casos que envolvem seu padrinho político e a instituição a que pertencia.
Em 2013, quando o tribunal analisou o pagamento de supersalários a 464 funcionários do Senado, Carreiro defendeu que diretores da casa não fossem punidos e que o dinheiro recebido acima do teto do funcionalismo público não precisava ser devolvido, porque, na sua avaliação, os servidores não haviam agido de "ma fé". O TCU acabou determinando a devolução de parte desses valores.

5 Próximo de Sarney e do atual presidente do senado, Renan Calheiros, o baiano Bruno Dantas foi o mais novo ministro a assumir o cargo, aos 36 anos de idade, em 2014.
Consultor jurídico concursado do Senado, ele foi escolhido depois que a indicação do senador Gim Argello (PTB-DF) gerou forte resistência dentro do TCU e teve que ser retirada.
Quando foi indicado, com apoio do Palácio do Planalto e da base aliada no Congresso, Argello já havia sido condenado pela Justiça por irregularidades na época em que presidiu a Câmara Legislativa do Distrito Federal.
6Vital do Rêgo foi senador pelo PMDB da Paraíba. Ele é alvo de denúncias envolvendo desvio de recursos na prefeitura de Campina Grande (PB), quando seu irmão, Veneziano Vital do Rêgo, era prefeito.
Os recursos supostamente desviados teriam irrigado a campanha de Vital do Rêgo ao Senado, segundo acusações do ex-tesoureiro da prefeitura Rennan Trajano Farias.

7O pernambucano José Múcio foi indicado ao TCU pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva em 2009. Antes disso, foi ministro das Relações Institucionais no governo petista. Ele era líder do PTB na Câmara quando o presidente do partido, Roberto Jefferson, denunciou o esquema do Mensalão, em 2005.
Múcio foi relator do parecer – aprovado pelo plenário do TCU em abril – que considerou crime de responsabilidade fiscal as chamadas "pedaladas" (quando o governo atrasa repasses para bancos públicos destinados ao pagamento de benefícios como o Bolsa Família).
Apesar disso, seu voto pela rejeição das contas do governo não é dado como certo dentro do tribunal.
8. Funcionário de carreira do TCU e tido como um ministro de perfil técnico, o carioca Benjamin Zymler foi nomeado em 2001 pelo presidente Fernando Henrique Cardoso.
 Zymler tem sido o ministro mais engajado em defender a aprovação das contas de Dilma Rousseff.




9. O ex-procurador goiano Walton Alencar foi nomeado por FHC em 1999 na vaga que cabe ao Ministério Público junto ao TCU. Ele tem se alinhado com os interesses do governo.
No ano passado, reportagem da revistaVeja revelou uma troca de e-mails ocorrida entre Alencar e Erenice Guerra, de 2008 a 2010, quando ela era secretária executiva da Casa Civil, então chefiada por Dilma Rousseff.
As mensagens indicavam que o ministro negociou apoio aos interesses do governo no TCU em troca da nomeação de sua mulher, Isabel Gallotti, como ministra do STJ (Superior Tribunal de Justiça), o que se confirmou em agosto de 2010.

 Conhecendo o perfil de cada um desses ministros ,bem conhecidos pelo Ministério Publico e Policia Federal  ,eu no meu canto fico perguntando de que essa ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA tem medo ,ao ponto de mandar seus ministros cúmplices impedir uma votação que acontecerá nessa quarta (7) ,contestando a opinião do relator Augusto Nardes , ao apresentar seu relatório aos demais ministros do TCU ,rejeitando ás contas de mamãe METRALHA ?
 Quais dos 8 ministros vazou para a imprensa a informação ao receber o relatório de Augusto Nardes   ?
  Perguntas e mais perguntas que fazemos todos os dias e não encontramos  respostas ,não procuramos resposta ou não queremos vê las . 
  Todas ás nossas instituições estão aparelhadas com o CRIME ORGANIZADO ,não tem uma que se salve ,temos visto isso na mais alta corte que temos no Brasil ,o STF-Superior Tribunal Federal , temos um legislativo CORRUPTO e um executivo com seus crimes contra nós trabalhadores ,que são protegidos pelo nosso JUDICIÁRIO E LEGISLATIVO .
 Não ha patriotismo nas decisões dos poderes ,o que temos são acordos e negociatas entre eles ,acreditar que ás contas vão ser rejeitadas é o mesmo que acreditar em PAPAI NOEL . Ás autoridades que temos nesse país chamado Brasil ,não podem ser comparadas a Fernandinho Beira-Mar ,chefe do CV- COMANDO VERMELHO ou a Marcos Willians Camacho ( Marcola) chefe do PCC - Primeiro Comando da Capital ,ambos são café pequeno diante das autoridades BANDIDAS E CORRUPTAS que temos nesse país .



ESSAS AUTORIDADES NÃO MATAM 100,ELAS MATAM MILHARES DE TRABALHADORES TODOS OS DIAS .
ELAS NÃO ROUBAM MILHÕES ,ELAS SE SATISFAZEM COM BILHÕES .
ELAS NÃO MATAM UMA FAMÍLIA ,ELAS DESTROEM UM PAÍS .
E NÓS TRABALHADORES PAGAMOS ESSES CANALHAS PARA PROTEGER O BRASIL .